Novena de Nossa Senhora das Brotas

Hino a nossa Senhora das Brotas

1. Ó Virgem grande e potente, Virgem das Brotas amada, aqui por nós venerada, com santo ardor hás de ser.

A Ti, Rainha das Brotas, louvores mil tributamos, e os teus prodígios cantamos no amor de um só coração.

2. O teu glorioso santuário que encerra o nosso tesouro gravado em letras de ouro, é o nosso foco de luz.

3. Ardentes, fortes na luta, teus filhos são, Virgem Pura. Por ti, viver, que ventura! Por ti é doce morrer.

 

         ORAÇÃO AO ESPÍRITO SANTO   (em pé)

T: Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis/ e acendei neles o fogo do vosso amor./ Enviai o vosso Espírito e tudo será criado/ e renovareis a face da terra/.Oremos: Ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis, com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo espírito e gozemos sempre de sua consolação. Por Cristo Senhor Nosso. Amém.

 

 

                         OFERECIMENTO            (em pé)

T: Gloriosíssima Virgem das Brotas,/ Imaculada Mãe de Deus,/ Mãe da Igreja e Mãe de todos os homens,/ eu vos ofereço esta novena/ para vos glorificar/ e testemunhar minha homenagem filial./ Confiante vos peço, acolhei as minhas súplicas / que a vós dirijo, na intenção dos doentes,/ dos aflitos e atribulados,/ da conversão e união de todos os povos/ e do triunfo do reino de vosso Filho: a Santa Igreja./ Mãe de misericórdia,/ volvei também sobre mim vosso olhar/ e cobri-me com o manto de vossa maternal proteção./ Vós conheceis minhas necessidades particulares,/ minhas penas e sofrimentos./ Sede amparo na minha fraqueza,/ refúgio no pecado,/ consolação na aflição e saúde na enfermidade./ Alcançai-me o perdão de minhas culpas,/ ornai minha alma com graças e virtudes,/ assisti-me durante a vida/ e auxiliai-me, na hora da morte,/ a vos louvar e bendizer eternamente. Amém.

 

SÚPLICAS A NOSSA SENHORA

DAS BROTAS

                                      (ajoelhados)

D: Ó Virgem Imaculada, Gloriosa Mãe de Deus, Nossa Senhora das Brotas, eis-nos prostrados aos vossos pés, a fim de prestar-vos nossa homenagem, nosso respeito e amor.

T: Queremos dizer que vos amamos de todo o coração,/ que vos veneramos e vos proclamamos Rainha do Céu e da Terra./ Humildemente e com grande confiança/ vos pedimos as graças de que necessitamos/ e elevamos a vós as nossas súplicas.

D: Vós sois dotada de graças extraordinárias e privilégios singulares. Em vós reside a plenitude da graça e de todo o bem. Fostes escolhida por Deus, Pai do Céu, e consagrada com seu Santíssimo Filho, por obra do Espírito Santo, o consolador. O vosso coração imaculado brilha no esplendor de todas as virtudes.

T: Somos ingratas criaturas,/ miseráveis pecadores,/ enfermos no corpo e na alma./ Ardem em nós as paixões desordenadas/ do orgulho e da ambição,/ da vaidade e da carne./ Por isso, do alto do vosso trono,/ vós que sois toda bela, pura e imaculada,/ movei Vosso bendito Filho,/ que apertais em vossos braços,/ a abençoar os que vos invocam/ e a perdoar os inúmeros pecados cometidos contra Ele e contra Vós,/ Nossa Santa e Carinhosa Mãe.

D: Virgem das Brotas, pedimos pela santa Igreja de Deus, por nosso Santo Padre, o Papa....., por nosso Bispo...., pelos padres, diáconos, religiosos e por todo o povo de Deus. Imploramos também uma graça especial para todas as famílias.

T: Sustentai, Mãe Imaculada,/ cada cristão em sua vocação./ Fazei que todos os fiéis sirvam com generosidade e alegria./ Acompanhai a história de cada uma das famílias./ Ajudai cada jovem a dizer sim ao chamado do Senhor,/ especialmente para o sacerdócio e à vida religiosa.

D: Anima-nos saber que sois mãe carinhosa, que se compraz em chamar os filhos distantes e a repartir com eles vossos tesouros imensos. Aparecestes, pois, nos campos pastoris de Brotas, no meio de ervas medicinais, a um humilde e pobre pastor de gado, para significar que sois o remédio de todos os males.

T: Ó Senhora Soberana,/ Sol que faz brilhar aos cegos as verdades da fé,/ cuidai de todos aqueles que mais sofrem,/ alcançai para todos os mais necessitados,/ os doentes,/ os idosos/ e abandonados/ as graças valiosas que vos imploramos. 

D: Ó Rainha das Brotas, como somos felizes em possuir entre nós o vosso bendito santuário! O vosso amor manifestado nesta nossa cidade de Piraí do Sul quebra nossa resistência e nos enche de filial confiança em vós.

T: Mãe Querida,/ abençoai nossa cidade,/ acolhei nossos segredos,/ ajudai-nos em nossas angústias e desventuras,/ amparai-nos em nossas chagas,/ sofrimentos e aflições./ Virgem das Brotas, sede remédio e saúde nas doenças do corpo e da alma,/ sede também nossa protetora na luta./ Ó Maria, sede em tudo e sempre nossa mãe./ Guiai-nos em todos os caminhos de nossa peregrinação terrestre/ e conduzi-nos com segurança ao reino de Vosso Filho e Nosso Salvador,/ a fim de vos ver e amar na eterna glória. Amém!

(1 Ave Maria....)

D: Nossa Senhora, Rainha das Brotas.

T: Rogai por nós!

D: Protetora da lavoura e das criações.

T: Rogai por nós!

D: Padroeira do Caminho das Tropas.

T: Rogai por nós!

D: Saúde dos enfermos, consoladora dos aflitos e refúgio dos pecadores.

T: Rogai por nós!

D: Rainha e mãe das famílias.

T: Rogai por nós!

 

CONSAGRAÇAO A NOSSA

SENHORA DAS BROTAS

(ajoelhados)

T: Ó Rainha do universo,/ Virgem Gloriosa das Brotas,/ auxílio dos cristãos,/ refúgio do gênero humano,/ vencedora de todas as grandes batalhas de Deus./ Ao vosso trono, suplicantes, nos prostramos,/ seguros de conseguir misericórdia/ e de encontrar graças e auxílios oportunos/ nas presentes calamidades,/ não pelos nossos méritos,/ mas unicamente pela imensa bondade de vosso coração materno./ A vós, ao vosso coração imaculado,/ nos confiamos e nos consagramos/ em união com a Santa Igreja,/ Corpo Místico do Vosso Filho, Jesus Cristo,/ que sofre em tantos lugares do mundo,/ pelas guerras e perseguições./ Vós, mãe de misericórdia,/ alcançai-nos de Deus a paz para os vossos filhos,/ estendei a vossa proteção às crianças que passam fome,/ aos doentes, aos desempregados e aos velhos abandonados./ Socorrei as almas que padecem no purgatório/ e dai-lhes a paz,/ fazei que lhes brilhe o sol da verdade,/ e possam, convosco,/ diante do único salvador do mundo, repetir:/ Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens de boa vontade./ Ó Nossa Mãe e Rainha,/ que o vosso amor e patrocínio/ apressem o triunfo do reino de Deus,/ e todos os povos e nações,/ pacificados entre si e com Deus,/ vos proclamem Bem-Aventurada,/ e convosco entoem por toda a terra/ o eterno canto de glória, / amor e reconhecimento/ ao coração amantíssimo de Jesus,/ onde só podem encontrar a verdade, a vida e a paz. Assim seja!

(1 Ave Maria)

 

        ORAÇÃO A SÃO FREI GALVÃO    (em pé)

D: Imploremos a intercessão do grande Santo Frei Antônio de Sant’Ana Galvão que, no ano de 1808, ao passar por Piraí do Sul, deixou-nos a estampa de Nossa Senhora das Brotas.

T: Deus de amor,/ fonte de todas as luzes,/ que cumulastes de bênçãos o vosso servo São Frei Galvão,/ nós vos adoramos e glorificamos/ e vos agradecemos/ porque nele fizestes maravilhas./ Por intercessão de São Frei Galvão,/ pedimos que aumenteis em nós a fé,/ a esperança e a caridade/ e que vos digneis conceder-nos a graça que ardentemente vos pedimos./ (Em silêncio, fazer o pedido). Ó Frei Galvão,/ junto de Nossa Senhora das Brotas,/ rogai por nós,/ para que obtenhamos do Pai Celeste/ a vida plena no amor do Espírito Santo./ Amém.

(1 Ave Maria...)

 

                  ORAÇÃO CONCLUSIVA       (em pé)

D: Oremos. Ó Deus Onipotente e Misericordioso, que nos destes a venerar a Imagem de Vossa Bem Aventurada Mãe, sob o título de Nossa Senhora das Brotas, concedei-nos propício, que em todas as vicissitudes de nossa peregrinação nesta vida, sejamos de tal modo assistidos pela contínua proteção da mesma Imaculada e sempre Virgem Maria, que mereçamos conseguir os prêmios da vida eterna. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

T: Amém.